5 de mar de 2012

Reativando o blog Vivendo Porto Alegre

O projeto Vivendo Porto Alegre passou por muitas transformações desde a sua concepção, a começar pela plataforma escolhida para o blog, inicialmente o Wordpress. O blog original logo foi abandonado por dificuldades de adaptação com o ambiente Wordpress.
Há quem prefira o Wordpress, mas o Vivendo Porto Alegre se tornou uma realidade no ambiente Blogger.
O blog acabou virando o projeto-piloto para um plano de negócios de uma startup, a Upepo.
Quando se entendeu que havia dados suficientes para a construção do plano de negócios, o blog foi abandonado, por força do acúmulo de tarefas do novo projeto: a Upepo e a sua participação na XII Maratona do Empreendedorismo, da SEDETEC/UFRGS.

O Vácuo
O vácuo produzido desde a última postagem, no início de agosto, provocou grandes danos ao blog: queda no ranking do serviço Alexa e do BlogGrader; aumento na taxa de rejeição nos relatórios do Google Analytics; perda do público leitor cativo do blog; mas - principalmente - abriu espaço para um oportunista copiar a ideia (e o nome!) do blog.

O Plágio
O fato, ocorrido em 13 de outubro e descoberto no início de janeiro de 2012, provocou sentimentos diferentes: primeiro o espanto pela ideia copiada; depois surgiu a indignação; a revolta; o desânimo; a dúvida; mas depois imperou a razão; e com ela veio o sentimento de gratidão. Em outras palavras, se a proposta do blog não fosse uma boa ideia, ela nunca teria sido copiada.

O Recomeço
Plagiar o Vivendo Porto Alegre foi uma conduta que inicialmente alimentou o abandono do blog, mas passado o período de desânimo pelo projeto veio a certeza de que ainda há um longo caminho a ser trilhado, e que ainda há muito a melhorar. É lógico que a inovação sempre abrirá espaço para o plágio, e este episódio foi apenas uma outra dificuldade.

O blog Vivendo Porto Alegre é visitado, em média, por 3.500 pessoas de 44 países a cada mês. Embora esse tráfego seja ínfimo comparado a outros sites e blogs, o serviço prestado pelo Vivendo Porto Alegre aos estrangeiros e brasileiros de outras regiões do Brasil que buscam conteúdo sobre a cidade, justifica a sua manutenção, tornando-se uma referência em blogs verticais sobre a cidade. Acompanhe as postagens do blog e participe com comentários, ou simplesmente compartilhando o seu conteúdo no seu perfil social.

Avaliar:

0 comentários: